domingo, 30 de março de 2008

ESTRANHAS

PARA VER!

O ISSO
BALLET ESTRANHAS
http://br.youtube.com/user/dancaOISSO
ESTRANHAS é um solo de Dança Contemporânea que aborda a sensação de estranhamento provocada por algo suspeitamente intimo ou estranhamente familiar.Inspirado pelo texto de Freud, "O Estranho" (1919) , o espetáculo gira em torno da construção e desconstrução do corpo, diante das relações com outros corpos, objetos e com suas próprias entranhas. Daí, Estranhas.Nesta apresentação, a dança dialoga com o cinema que usado como recurso coreográfico, reforça a idéia de realidade subjetiva - ao mesmo tempo em que a distorce- e junto com a construção das imagens, têm como referência o expressionismo alemão.ESTRANHAS é o segundo trabalho de uma pesquisa que busca estabelecer conexões entre Psicologia, Filosofia e Arte (Dança). Os resultados desse estudo são produções teóricas e/ou artísticas.
Marianna Peçanha e bailarina, coreógrafa e psicóloga clínica com formação em Terapia Reichiana e Psicodrama
PRÓXIMAS APRESENTAÇÕES:Dias 4, 5 e 6 de abril no Teatro Cacilda Becker, 20:00 hrs.Rua do Catete, n. 338. METRÔ LARGO DO MACHADO.
Ingressos a R$ 16,00 . Censura 12 anos.
Duração 40 minutos
Estudantes e idosos pagam R$ 8,00.
Prestigie e divulgue a cultura independente!
Ficha Técnica:Direção Geral/Coreografia/ Bailarina - Marianna Peçanha Direção/Edição de Vídeo - Christian Schumacher Produção Executiva - Suelena Bastos Trilha Sonora - José Felipe FerreiraFigurino - Anna SeccoIluminação - Pablo Rodrigues

sábado, 29 de março de 2008

Pausa pra Poesia.

Não pensar mais...
-Como somos discartáveis!
Não lidar com amores antigos, se bem que eles nem existiram.
Sempre regras... Sempre censuras...
Como não falar?
Permanecer calada, olhando fingindo.A máscara não mexe, permanece, fica, funde.
Você se deixa levar.
Não pensar mais...

John O'Dal

'Shadow Puppets' by John O'Dal

artista colagista.

quinta-feira, 27 de março de 2008

Evento Universitário sobre o conceito de colagem.

Collage 2005 poster

Um evento todo em cima desse conceito de Colagem: de misturas e justaposições.

Muto legal.

Jjá tem dois anos, porém, é um registro histórico atual.

"To describe Collage as breath-taking is putting it mildly. Collage is a study in juxtaposition – large ensembles give way to soloists, 17th-century music is followed by jazz, a theatre monologue precedes the choir. The concert consists of two fast-moving sections, each performed without breaks for applause. Attending Collage will leave you exhilarated and exhausted."

terça-feira, 25 de março de 2008

Artista.

Moana Mayall
Meu primeiro contato com as colagens, uma referência no Rio de Janeiro.

Aproveito para divulgar a proposta da artista no seu workshop

Colagens Digitais no NAT-Escola do Parque Lage do Rio de Janeiro

EMENTA-Colagens digitais

A arte de reunir recortes de diversas origens contextuais e materiais é indissociável das artes moderna e contemporânea. A colagem está presente na literatura, no cinema, vídeo-arte, bem como apropriada pela mídia e publicidade (e daí, muitas vezes, re-apropriada pela arte). Tornou-se uma linguagem e, principalmente, uma atitude e um processo: artistas de movimentos como o cubismo, futurismo e dadaísmo exploraram as poéticas da colagem e desenvolveram técnicas, exercícios e jogos próprios para criar. Os meios digitais vêm acrescentando ferramentas que tornam mais fluido e dinâmico o processo das colagens: geram-se novos caminhos e desafios para os artistas de hoje. Que aspectos próprios desses novos meios podem ser explorados nas colagens? Ao longo do curso serão apresentados trabalhos, teorias e processos de alguns artistas, como base para exercícios de colagem digital, além de propostas que estimulem a captação livre de referências e formas próprias de interferir sobre elas. Os alunos poderão manter registros de suas escolhas e compará-las, mapeando seu processo de criação. Haverá orientação para a pesquisa e o uso de recursos digitais na realização dos trabalhos, como digitalização e tratamento de imagens com softwares de edição de imagem, em especial o Adobe Photoshop. Serão pensadas as propostas e também os suportes possíveis para as colagens digitais:impressão,upload na internet, projeção e outros.
Sobre Moana MayallArtista multimeios, designer e pesquisadora de artes eletrônicas. Desde 2003 vem realizando projetos próprios e coletivos de arte, reunindo vídeo, animação, performance, instalação, desenho e fotografia..........................

Moana Mayall links:

design: www.moanamayall.com/design

arte: http://www.moanamayall.com/

pesquisa: http://www.pacc.ufrj.br/web-arte/index.html

+55 21 9396 6852/ 2539 0360

http://www.eavparquelage.org.br/nat/nat3.htm

segunda-feira, 24 de março de 2008

No meio dessas colagens, sou eu e sou o outro.

O fato de sair buscando imagens pelo universo complexo da internet, não me faz uma ladra, ou uma farsa, me faz ser um EU mais cheio de outros e logo, mais vazio de mim mesmo.
O que somos senão todo o universo que nos rodeia?Somos tudo que ouvimos, vemos, lemos...

Eu não sou EU nem sou o OUTRO, sou qualquer coisa do intermédio.

que vai de mim
para o outro.

sexta-feira, 21 de março de 2008

Serie Rostos.

sujeitos recortados?
rostos fragmentados?
Pedaços de memória, mundo ou material qualquer?
Montagens mal feitas
Manual
Digital
supercolagemartificial.

Jeremy Wolff

Papeis recortados, parecem rendas...

Oie muié rendera,
oié muié renda,
tu me ensina a fazÊ renda que eu te ensino a namorá!
rá rá!

Artista KaKo UeDa

cortar papel

cortar papel.

quarta-feira, 12 de março de 2008

sábado, 8 de março de 2008

um museu virtual de sapatos.


Com um menu de navegação muito legal.

Você pode escolher pelo material

cor

design

Plastic band

terça-feira, 4 de março de 2008

Colagens vintage com um leve toque infanto-feminino.

The Symphony of Life - Surreal Antique Paper Collage

O site dollface é uma graça!Com a saturação do mercado de design é muito dificil hoje achar um trabalho legal, criativo e que utilize as ferramentas como tais e não como um fim. Os trabalhos de Layla são mais que meros tratamentos e manipulações de imagem, ela os faz, porém sem perder a poética e a sensibilidade de experimentar materiais.

dollface design
Idade: 34
Sexo: Feminino
Signo astrológico: Leão
Ano do zodíaco: Boi
Atividade: Artes
Profissão: Scavenger of old paper
Local: providence : rhode island : Estados Unidos
Quem sou eu
Who is this dollface anyway? I’m a curator of carefully culled scraps of old paper, scavenged bits here and there, stowed away for safe keeping until the perfect project comes along. I love melding handmade traditional collage with digital elements to create something fresh and new. I'm really excited about my vintage paper series, a collection of collages featuring experimental printing on a variety of delicate and crumbly substrates. Dollfacedesign is simply a manifestation of my magpie sensibility, an extension of things I love, hoarding all things old and oxidized, discarded and forgotten. A little bit of sparkle and a little bit of grunge, a vintage aesthetic with a modern twist, that’s dollfacedesign. ♥layla♥
Interesses
old stuff
especially paper books ledgers cards scrapbooks letters receipts i love it all! i also love anything from the 60's & 70's mod enamel flower pins vintage coats dresses from anthropologie
vintage big eyed dolls from japan aluminum xmas trees (especially the pink ones!)
the color pink antique tablecloths and pillowcases
indie design handmade loveliness
chihuahuas starbucks cinnamon dolce lattes
yum! sparkly things like rhinestones and glitter animals in people clothing especially monkeys! road trips making stuff etsy obsessed and flickr addicted...project runway nip tuck lost chocolate chip cookies kokeshi dolls vintage catalogs vintage children's books antique botanical illustrations antique medicalillustrations felt xmas ornaments knee high socks
scarves polka dots dreams vintage wallpaper
shopping french fries
reading owls deer woodland creatures yard sales fleamarkets antique stores salvation army goodwill sushi sunshine the ocean fashion magazines elle decor uk edition! black eyeliner lipgloss dresses with tights and a cute cardigan sweater vintage frederick's of hollywood catalogs
religious icons religious kitsch kitsch jewelry making mixed mediacollage art my epson printer kewpie dolls doll parts soldering design leopard print.
Filmes favoritos
fast times at ridgemont high eternal sunshine of the spotless mind being john malkovich valley girl the 40 year old virgin the outsiders many more just a wee bit too tired to think right now...
Músicas favoritas
the strokes catfight cub the eyeliners the clash the ramones generation x
the rolling stones the smiths the muffs the doors van morrison patsy cline johnny cash Joan jett blondie the donnas weezer and many many more...
Livros favoritos
bastard out of carolina she's come undone i know this much is true
the lovely bones lucky white oleander...this is by no means a definitive list i'm not even sure if these are all "favorites"
but they're what i can remember for now i've read so many
it's kind of a blur must consult the book shelf.

The Bone Collector - Vintage Paper Collage

E eu que queria o Butoh.

uma propaganda sem retorno...
Curso de Butoh na CAL- Casa de Artes de Laranjeiras.
"
7) BUTOH
.....BUTOH –Sérgio Milagre
O BUTOH é uma forma de expressão artística criada no Japão no início da década de 60. Seus fundadores foram os japoneses TATSUMI HIJIKATA e KAZUO OHNO, Essa forma de expressão artística surgiu como uma reação às bombas de Hiroshima e Nagasaki e ao início da dominação da cultura americana sobre o mundo no pós-guerra. O BUTOH nasce então, neste contexto, como "um grito de liberdade" de seus criadores.
O BUTOH engloba em sua essência, elementos do teatro e da dança e foge, completamente, enquanto forma de arte e concepção estética, das milenares, tradicionais e clássicas formas de arte japonesas. Tem como referências ainda o expressionismo, simbolismo, surrealismo e dadaísmo, entre outras linguagens e movimentos artísticos.
OBJETIVOSO curso tem, como objetivo central, transmitir aos participantes as bases desta linguagem no que tange a seus termos práticos e filosóficos. Além de uma forma de arte em si, um dos maiores legados obtidos no contato com o BUTOH é um resgate da consciência corporal, da sensibilidade às relações como o outro e com todo o universo que nos rodeia e nos fornece a todo momento novas e vivas fontes de inspiração. O exercício do BUTOH permite que conteúdos pessoais e transpessoais aflorem com verdade e intensidade ampliando nossa percepção. Enquanto filosofia de vida e de arte, vem ainda de encontro a um novo pensamento e reformulação de valores dos participantes no que concerne à sua postura enquanto artistas e/ou artistas em processos de formação.
PERÍODO: de 31 de março a 23 de junho de 2008HORÁRIO: 2as, de 14:30 às 17:30hVALOR: inscrição de R$ 65,00 e 3 parcelas de R$ 160,00 VENCIMENTOS: (Parcelas de 4 em 4 semanas)No ato de inscrição: Taxa de inscrição + 1a parcela2a parcela - até 05 / 053a parcela - até 02 / 06
SÉRGIO MILAGRE é ator e diretor teatral formado pelo INDAC - INSTITUTO DE ARTE E CIÊNCIA DE SÃO PAULO/SP. Pesquisa a linguagem do TEATRO-DANÇA/BUTOH desde 1994 quando iniciou seus estudos nesta linguagem junto à atriz FLAVIA PUCCI. Já participou de espetáculos inspirados nesta linguagem e ministrou inúmeras oficinas e workshops . Foi Coordenador Artístico da OFICINA DE ATORES NILTON TRAVESSO em São Paulo onde também ministrou aulas de Interpretação e Montagem Teatral. Como ator já participou de 20 montagens teatrais, além de curtas-metragens e algumas participações em TV.Atualmente está em cartaz em São Paulo com o Espetáculo "A SAGA DA BRUXA MORGANA" com texto e direção de CLAUDIA BORIONI , atuando ao lado de ROSI CAMPOS e LUCIANA VENDRAMINI.
OBS:No término do curso o Certificado de Freqüência será fornecido ao aluno que cumprir, no mínimo, 75% da sua carga horária."

domingo, 2 de março de 2008

RESTA POUCO A DIZER - peças curtas de Beckett

O espetáculo é otimo.
so me resta dizer que fiquei quase sem ar, assim como os atores.
Angustia.Tranquiliza.Acalme.Enerva.Transforma.

Ocorreu um erro neste gadget